InLove
Quando os sonhos não podem ser realizados está aqui alguem que vai te fazer sorrir e mostra que há um caçador bom na vida e que tudo pode ser mudado e que nada nesse mundo. Vai fazer você desistir dos seus sonhos'.
HOMEFACEBOOKTWITTERAKS • • themed

Parte 5 - final



E meu mundo acabou, eu perdi um garoto por qual me apaixonei, e era um paixão tão linda né? Quer dizer… eu acho isso. Nós nunca tivemos a oportunidade de nos beijar, nem de nos abraçar, só era sorrisos, psiu, e mensagens.. e mesmo assim nos apaixonamos, ele amava meu caráter e eu também gostava do dele, ele era encantado com minha timidez e eu encantada como o romantismo dele.. aar.. e eu ficava pedindo a Deus baixinho que ele voltasse, fiz até juras e promessa, mas foi em vão.
Se passavam 5 meses de nossa separação que meu rumo meu jeito de pensar era outro, na verdade eu tive recaida nos 4 meses, é, eu chorei, por que ele me olhou, fixou os olhos no meu e eu vi brilhar, e eu saltitei, aar..

Mas então se completou os 6 meses longe dele, e então hoje completa 1 ano e 1 mes, é… eu aprendi a ter amor proprio e esqueci dele, coloquei na nossa musica e não chorei, a verdade é que eu aprendi a me valorizar, ele até hoje continua com a namorada dele, e a verdade é que ele só está com ela por pena, por que toda vez que ele tenta terminar ela chora, e ele permance.. é ele me contava o por que de ter que está com ela. Mais caras apareceram, um mais bonito que o outro, e eu vi que merecia muito, muito mesmo… num dia da festa que teve, eu dancei feliz, dancei com meu corpo, minha alma, ele me olhava, tentava disfarçar, mas não conseguia tirar os olhos de mim.
Ultimamente eu passo por ele e ele me observa disfarçadamente, me pedi até desculpas por minha amiga, eu aceitei, eu quero mais eh ser feliz…
Eu to feliz.. já ele? Ar ele não, me perdeu e alem de tudo continua com uma pessoa que não ama.
Então pronto, tô feliz, Tô vivendo, tô em outra e interessada por outro.. e so hoje eu fui me dá conta que ele não era o tipo de cara que eu sempre quis… mas esse? aaah esse sim :)

Fim *-*
 Distância e Saudade

Parte 4

Ele: bê se eu começar a me afastar não ligue viu?
Ela: por que isso agora?
Ele: por que a pessoas não vivem só de ilusões, eu tô cansado de viver me iludindo com você.
Ela: que bestagem vei - começo a me desesperar - você sabe que eu gosto muito de você!
Ele: mas não basta você gostar e ficar aí do outro lado.
Ela: você sabe que não dá, nunca deu pra mim.
Ele: e por que criou tantas ilusões garota?
Ela: por que você sempre gostou dela, antes de sermos amigos você me perguntou se eu aceitaria namorar com você, tentar algo entre nós, disse até que daria um tempo com sua namorada e eu deixei bem claro que não poderia.
Ele: de qualquer jeito, você me fez passar dos meus proprios limites.
Ela: ah é? E qual era seu limite?
Ele: conversar com alguém sem-noção, que vive de ilusões.
Ela: poxa véi, não fique jogando na cara não?
Ele: a verdade é que tu só quis brincar comigo, fui só passatempo! Quantas vezes eu te esperei e você não teve a decência de cumprir horário ou sequer avisar que não poderia?
Ela: passatempo? Eu que cansei de marcar horários e você ser o atrasado, eu que cansei de perguntar sobre como está, como se sente, como vai sua relação com sua namorada! E você hem? Você só mudava de assunto, me fazia de idiota! Você trocou seu número de celular e sequer me passou, fiquei aqui pensando que ainda não havia comprado!
Ele: desculpa anjo - tenta se desculpar, havia percebido a burrada que cometeu.
Ela: Poderia dá tudo certo não é mesmo, você poderia ser mais compreensivo, mas não… eu fui a idiota que cansei de me preocupar contigo e você não ligou!
Ele: me desculpa por favor nega!
Ela: é fácil pedir desculpas depois de jogar na cara todos os meus erros não é mesmo, eu vou ter que sair.
Ele: desculpa, sério mesmo!
Ela: poxa véi… tá doendo sabia!

Ele continuou a se desculpar, mas eu já estava muito machucada, eu não tinha mais forças, continuei pisando nele e então discutimos de vez e acabou, ainda tentei inventar uma desculpa para que reatassemos essa amizade de apaixonados, mas acabou sim… e acabou tudo naquele dia. Completavam se 8 meses de toda nossa aproximação, era como se fosse um namoro que durava 8 meses, mas diferentemente dos namoros, nessa minha historia e nesse nosso amor nunca houve toque.. será que me entendem? Nós nos amavamos de amor, de conquista, de palavras e era verdadeiro..

Parte 3



Quando começamos a entrar em papos quentes, e ficamos nessa quase o dia todo, ele ficou mais ligado a mim, mas ainda namorava, eu também não conseguia me sair dele, os meus sentimentos foram me enrolando fácil, eu já estava apaixonada e ele também… faziam 5 meses já, ele me explicou que o interesse dele de inicio era por minha amiga, mas aprendeu a mim olhar de outra forma, percebeu minhas qualidades e por eu ser morena e linda ele xonou, veio atrás. Lembrando que minha amiga dava a maior força e sempre me impulsionava a correr atras dessa minha felicidade…. estavamos teclando por celular, eu e ele:

- Boa tarde bê - digitei.
- Boa tarde minha moreninha.
- Fazendo o que?
- Rua.. e tu?
- Assistindo filme aqui, debaixo do cobertor hehe’
- Eita… queria tá aí agora pra ficar coladinho contigo.
- Vem - brinquei.
- Eu não me responsabilizo pelos meus atos.
- kkkkkkk o cobertor tá quentinho
- kkkkk menina pimentinha essa viu
- kkkkkkkkkkkkk eu pimentinha? haha
- amor, indo aqui na casa de minha namorada
- Vai lá
- Beijo
- te amuh :)
- Também minha moreninha :)

Passada umas horas, já era noite, então recebi a meng dele
- Bê, minha namorada soube de você e de nossas mensagens
- Mentira véi - meu coração foi a mil e eu gelei
- Sim, a ousada da irma dela pegou meu celular e viu minhas mensagens, mas só tinha aquela ultima, as outars ela nao viu. A minha namorada ta aqui chorando.
- Meu Deus véi, o jeito é a gente parar de teclar, vai lá, volta com ela, pede desculpas - eu já começava a chorar, ali era o inico do nosso fim
- Não não, ela quem deve me pedir desculpas, eu não fiz nada de errado, e eu expliquei pra ela que tu era minha amiga.
- Sim vei, mas num tem como a gente mais teclar, ter essa aproximação, é bom a gente parar por aqui..

E então acabou, mas isso foi rápido, eles voltaram, estavam de bem, minha amiga me contou, entao voltamos nossa aproximação..
Apesar de tudo a nossa aproximação não tava mais como a mesma, já completavam os 6 meses, o celular dele quebrou.. aar.. mas continuamos nos nossos papos fofos, as vezes nos nossos papos quentes, era tudo muito bom, muito gostoso, muito fofo, dois bobos apaixonados.
Numa tarde, então, nós no face, tudo acaba ali:

Parte 2 



- Oie
- Oie - digitei, coração a mil
- Tudo bom?
- Tudo e vc?
- Melhor agora, rs


E então o papo foi se desenrolando, ele pediu meu número, mas como eu havia quebrado meu cel eu não tive como passar. Quando eu saí do face eu estava super feliz, aquele garoto mexia comigo muito… nossos contatos eram pelo face e pelo msn.
Quando abri o face tinha uma meng: “Poxa minha moreninha, compra logo o cel”
Aaiaia.. como isso fez meu coração pular, principalmnet quando ele me chamava de “minha moreninha’ é algo que me marca até hoje.. os dias passaram e tudo foi passando e a gente? A gente continuou nessa de mensagens pelo face, marcando dias para conversar pelo msn… comprei então meu celular, o passei o número e quando começamos a trocar sms tudo ficou melhor… ele admitiu que gostava de mim, eu fiquei impressionado e me perguntava: como?
Mas havia um problema amores, ele tinha NAMORADA, uma vez então ele veio me perguntar:

- Se eu desse um tempo com a minha namorada e tentasse se acertar contigo você aceitaria minha moreninha? 
- Bê não tem como, eu namoro nem fico, me acho nova, não dá, não posso.
- Ta bom então, não te pergunto mais, vamos deixar isso pro lado.

E então seguimos, e como podem ver eu não podia namorar nem ficar, nesses dois meses de papo nunca tivemos proximos. Ele então decidiu que a musica “te vivo - luan santana” seria a nossa música. Ai.. ele era lindo e romantico, eu me encantei, eu me apaixonei, já faziam uns 3 meses… e era só a musica tocar que ele me mandava uma sms, e logo quando Luan Santana fez o lançamento do clipe e passou no Fantástico ele me ligou, e ficamos no celular enquanto a parte do clipe passava.. era tudo tão lindo e perfeito.
E então já se passava de 4 meses e alguns dias… quando…

PARTE 1

E então eu descobri que era feliz..


Tudo começou num dia qualquer, numa lan house qualquer, com dois meninos que eu nunca tinha visto e com minha amiga do lado, fomos fazer um trabalho do colégio e acabamos que usando o proprio computador do menino que tomava conta da lan… foram quase 5 horas fazendo o trabalho, demorou por que acabavamos nos enrolando em brincadeiras e papos com os meninos… tinha um branquinho lindo, sorriso perfeito, era alto, o outro era feinho, isso não posso negar. Terminado o trabalho cada um foi pro seu canto, não nos falavamos na rua, claro, e desse dia em diante ficou mais fácil ver o branquinho.. nossa. Mas ele não tinha olhos para mim, ele encarava minha amiga, então desisti…
Passado mais de um ano o branquinho começou a me encarar e se interessar por mim, minha amiga não era mais alvo, apesar de que eles nunca tiveram aproximação e nunca conversaram pessoalmente, era só paquera. Num dia, já não digo mais “qualquer”, e sim um dos dias mais felizes para mim naquele momento foi ele puxando papo pelo face… E ele então digitou:

Já digitei uma SMS enorme, e na hora de enviar eu apaguei ela toda. Já liguei para seu número, e quando começou a chamar eu desliguei. Já virei a noite chorando por sua causa, mas também já fiquei tão feliz por sua causa que nem conseguia dormir. Já te odiei tanto, mais tanto, que nem por isso consegui deixar de te amar. Já disse “se cuida” querendo falar “eu te amo”, e já mandei você sumir com o intuito de que ficasse. Já ouvi alguém gritar seu nome na rua, e ainda olhei pra todos os lados pra vê se te encontrava. Já vi filmes, ouvi músicas, assisti seriados só pra poder pensar em você, mas também já odiei tudo isso por me fazer lembrar. Já falei de você, xinguei você, pensei em você, quis matar você […] Já fiz isso, fiz aquilo. E sabe de uma coisa? Eu faria tudo isso outra vez.